Zombieland: Tiro Duplo

 

Data de lançamento: 24 de Outubro 2019 (PT) | ( 1h 39min ) | R
Realizador: Ruben Fleischer
Elenco: Woody HarrelsonJesse EisenbergEmma Stone
Géneros: Terror, Comédia, Ação
Produção: Colombia Pictures, Pariah
Sinopse: Columbus, Tallahassee, wichita e Little Rock atravessam a América até ao seu coração interior, enfrentando pelo caminho uma horde de zombies evoluídos, outros sobreviventes e as vicissitudes familiares da vida a quatro.

Crítica:

Dez anos de espera, dez anos repletos de questões sobre quando o próximo zombieland estrearia, dez anos a observar todo um elenco que crescia exponencialmente em nomeações, e foi isto que obtivemos como sequela? Então só tenho a dizer que valeu a pena esperar.

Zombieland: Tiro Duplo é, provavelmente, o filme mais divertido que vi o ano inteiro, repleto de ação, comédia e interpretações hilariantes que me fizeram rir à gargalhada de forma constante durante o decorrer do filme. Como é de esperar, Emma Stone, Jessie Eisenberg e Woody Harrelson são incrivelmente dotados de um carisma natural, que eleva o filme aos olhos de qualquer membro da audiência.

Mas, de facto, a interpretação que realmente sobressai no meio de todas as excelentes performences, é a de ZoeyDeutch, que rouba toda a atenção sempre que aparece, que rouba a maioria das gargalhadas durante o filme inteiro, é sem dúvida uma das melhores prestações da atriz e mais uma prova de que Hollywood deveria manter a sua atenção na dotada atriz.

No que diz respeito a história, é nesse aspeto que o filme oscila entre o excelente e o medíocre, dado que não nos apresenta nada de novo, nenhum twist inesperado no género que traga algum tipo de surpresa genuína, e esta, diria eu, é a única fraqueza do filme.

Na verdade, a história desta sequela é bastante simples, dependendo então do carisma dos protagonistas e da excelente comédia metae inteligente que fará qualquer um perder as estribeiras. O facto do filme ser tão ciente de si mesmo, das suas fraquezas e dos seus pontos mais fracos, permitem a utilização desses mesmos pontos como uma “arma”, elevando-se a si mesmo, acabando então por pender mais para o lado do excelente do que para o lado do medíocre.

E para ser sincero, depois de tanto tempo de espera, poderíamos ter pedido melhor? Diria que não, porque o género zombie está incrivelmente saturado, e apesar de este filme não ser extremamente original, é uma lufada de ar fresco no sentido em que deixa para trás a seriedade previsível do género e utiliza a diversão, a comédia e os atores excelentes que decidem voltar para nos apresentar uma hora ridiculamente prazerosa de cinema.

Na minha humilde opinião, e não ultrapassando o original, Zombieland: tiro duplo é uma sequela digna e incrivelmente engraçada, que fará qualquer um rir, que nos permite deixar para trás os problemas do dia-a-dia, proporcionando-nos bons momentos de altas gargalhadas e de ação hilariante. Para quem amou o original, recomendo vivamente, e para quem nunca viu ou é fã do género, acho que se irão deleitar com este filme!

< Voltar

Nota: